Institucional
Quem Somos
Histórico
Palestras
Contato
Links
Trabalhe Conosco
 
Mercado
Cotações
Notícias
Leilões
Estatísticas
Legislação
 
Cadastros
Pessoa Física
Pessoa Jurídica
Autorização de Corretagem na BBM
Login
Usuário:
Senha:
 
Fonte: ClicTempo
 
Credenciada na
 
Voltar para página anterior  
Voltar para Página Anterior Pesquisar Notícias Imprimir esta Notícia
 
 
Café - Safra de café 2022 pode chegar a 53,4 milhões de sacas
Data: 20/5/2022

As condições climáticas registradas durante o desenvolvimento da safra 2022 de café são determinantes para a estimativa de produção de 53,4 milhões de sacas. Conforme dados do segundo levantamento da cultura, divulgado nesta quinta-feira (19) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o volume representa um acréscimo de cerca de 5,7 milhões de sacas em relação ao ciclo anterior. Se comparado com a colheita de 2020, último ano de bienalidade positiva, a produção esperada para este ano é 15,3% inferior, o que representa 9,65 milhões de sacas.
De acordo com o levantamente do Conab, o café do tipo arábica é aquele que mais deve ser influenciado pelo clima adverso, pois a sua concentração ocorre nessas regiões mais impactadas pelas baixas temperaturas e pela escassez hídrica. A expectativa ainda é de uma recuperação na produção em relação à safra passada, podendo chegar a 35,7 milhões de sacas do produto beneficiado. Porém, era esperado um potencial produtivo maior, por se tratar de um ciclo de bienalidade positiva. Se comparado com a safra 2020, a sinalização é de diminuição de 23,6% do volume total estimado.
Para a produtividade média, o último ano de bienalidade positiva alcançou cerca de 32,21 sacas por hectare para o mesmo café arábica. Já na atual safra, a estimativa é de um rendimento médio de 24,6 sacas por hectare. Minas Gerais continua como o maior produtor de café do Brasil com 24,7 milhões de sacas produzidas, destas 24,4 são de arábica. Em movimento oposto ao arábica, a produção de café conilon deve atingir um novo recorde, com colheita de 17,7 milhões de sacas beneficiadas – um aumento de 8,7% em relação à safra anterior, puxado pelo incremento de produtividade que tem sido recorrente a cada ano. No Espírito Santo, principal estado produtor de conilon, a produção tende a ultrapassar as 12 milhões de sacas.

Fonte: Agrolink
Copyright © 2010 Corretora Mercado | Política de Privacidade | Desenvolvido por M23